Home » Queda de Cabelo nas Mulheres » Mitos sobre a queda de cabelo
queda de cabelo

Mitos sobre a queda de cabelo

O elevado nível de desinformação em torno da queda de cabelo tem contribuído activamente para o desenvolvimento de diversos mitos ao longo das décadas. Ainda que o conhecimento em relação a este problema tenha vindo a aumentar de forma bastante expressiva no decorrer dos últimos anos, alguns mitos tendem a persistir, induzindo assim em erro aqueles afectados pela calvície. Isto, por sua vez, contribui para a popularização de métodos de tratamento pouco eficientes, baseados em informação errónea.

Os principais mitos sobre a queda de cabelo

Alguns dos mitos relacionados com a queda de cabelo estão tão enraizados na cultura popular que se torna difícil erradicá-los por completo. De modo a promover o aumento do nível de informação em torno deste assunto, de seguida listaremos alguns dos mitos mais populares associados à calvície.

Queda de cabelo está relacionada com a idade

Um dos mitos mais persistentes em relação à queda de cabelo é o de que a mesma surge como resultado do envelhecimento. Ainda que, com o passar do tempo, o cabelo perca naturalmente a sua força e vitalidade, a realidade é que a queda não é um problema que apenas afecta individuos de faixas etárias mais avançada, podendo ocorrer em praticamente qualquer idade, como resultado de um enorme conjunto de factores, podendo estar associado a hereditariedade ou a determinados problemas de saúde.

A utilização de chapéus origina a queda de cabelo

A utilização de chapéus, só por si, não faz com que o cabelo caia. Há muito tempo que se acredita que o chapéu impede o cabelo de respirar, originando assim a sua queda, o que não é, de todo, verdade, uma vez que o cabelo recebe oxigénio através de via sanguínea, sendo totalmente irrelevante se o mesmo está ou não coberto por um chapéu. No entanto, ainda que não actue de forma directa na queda capilar, o chapéu pode favorecer o desenvolvimento de doenças como a dermatite seborreica, que em alguns casos pode potenciar o enfraquecimento dos fios de cabelo, originando assim a sua queda.

Alisamento origina queda

O acto de alisar o cabelo não contribui para o desenvolvimento de problemas como a calvície, uma vez que o mesmo age sobre os fios de cabelo e não sobre a sua raiz. Desde que seja feito correctamente, o alisamento não causará qualquer tipo de dano capilar. No entanto, quando efectuado de forma imprudente e com muita regularidade, o alisamento pode enfraquecer a haste dos cabelos, aumentando assim as probabilidades de quebra.

O condicionador pode fazer com que os cabelos caiam

O condicionador não constitui o responsável pela queda de cabelo, podendo apenas acelerar a queda de cabelos que já esteja enfraquecidos e destinados a cair. Ainda assim, o ideal é que o condicionador seja unicamente aplicado nos fios, e nunca directamente no couro cabeludo. Isto ajudará a prevenir o desenvolvimento de determinadas doenças do couro cabeludo.

Lavar o cabelo diariamente apodrece a raiz e origina a queda

A lavagem diária do cabelo não interfere de qualquer forma nos bulbos capilares, não havendo, por isso, o perigo da raiz ficar danificada. Os cabelos que caírem durante a lavagem são aqueles que cairiam de qualquer forma, devido a já se encontrarem enfraquecidos por culpa de outros factores.

Veja também

Finasterida

Finasterida

Tal como acontece com outros medicamentos usados no tratamento da queda de cabelo, o Finasterida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *